Revista

A função de folha de pagamento em qualquer organização ou empresa pode ser tratada em essencialmente uma de três maneiras.

Internamente: usando processos manuais; Internamente: usando sistemas offline ou software de folha de pagamento on-line ou; Terceirizando: nessa função uma empresa paga para oura gerencia sua folha de pagamento, neste caso é conhecido como terceirização de folha de pagamento, isso feito em geral por órgão públicos estaduais e federais.

O volume de informações e dados como proventos, dividendos e até os descontos de empréstimo consignado é feito na direto no soldo ou salários de funcionários públicos, por isso, até o processamento de empréstimos são feitos por empresas de tecnologia especializados.

A folha de pagamento é terceirizada por uma série de razões, os principais benefícios que a terceirização da folha de pagamento traz para o empregador são:

Economia de tempo: A folha de pagamento é uma função crítica para qualquer negócio e, quando feito manualmente, exige muito tempo e atenção aos detalhes do departamento de recursos humanos.

Além disso, folha de pagamento tem de ser lançado ciclo de pagamento após o ciclo de pagamento e, portanto, coloca uma demanda constante de tempo e esforço de muitas pessoas. Com a terceirização desta função, automaticamente liberta horas-homem para tarefas mais estratégicas e críticas para mover o negócio.

Economia de custos: Estudos indicam que mais de 40% das pequenas empresas no Brasil pagam, em média, cerca de R$ 2500 por ano, por causa de multas ou penalidades por atrasos ou dados incorretos de pagamentos.

Com a terceirização da folha, os profissionais atentos ao detalhes e também conhecendo a rotina do trabalho podem acabar com esses custos extras, além de reduzir a necessidade de um departamento interno exclusivo para fazer a folha de pagamento.

Segurança dos dados: “Quão seguros são os dados?” É uma questão que cada empregador se pergunta ao manipular a função de folha de pagamento internamente. A perda de dados incluem além do roubo de identidade, adulteração de negócios críticos, falsos registros de ganho pessoal, etc.

O contraste do software de folha de pagamento on-line é um estado da arte que empresa deveria investir para processar o pagamento dos seus funcionários. Ao usar criptografia, garante a segurança de classe mundial para dados confidenciais em especial os da folha de pagamento.

Cumprimento das leis: As bases legais dos países estão em constante evolução e acompanhar o ritmo desta mudança muitas vezes apresenta um gargalo para a maioria das pequenas e médias empresas.

O negócio de uma empresa de terceirização de folha de pagamento também cobre o acompanhamento dessas mudanças de regras e regulamentos trabalhistas e estatutário, tais como imposto, deduções, e assim por diante.

Especialização na área: Muitas vezes os proprietários de pequenas empresas estão no conhecimento do domínio da folha de pagamento. Esta falta de experiência pode facilmente levar a erros flagrantes se folha de pagamento está sendo processado em aplicativos simples como o Excel.

A especialização necessária é trazida por empresas de folha de pagamento, que se especializam nas complexidades do processamento do salários e proventos.

Melhor relatório: Muitas vezes, a lista de relatórios relacionados à folha precisa ser gerado pelo empregador é extensa, para não mencionar que estes precisam ser disponibilizados em um formato especifico.

Os departamentos de recursos humanos responsáveis pelo pagamento podem não ter a capacidade de gerar esses relatórios com tantos requisitos.

Por outro lado, as empresas de processamento ou contadores especializados oferecem uma ampla gama de relatórios que atendem aos pré-requisitos de relatórios mais comuns.

Tudo somado, percebeu que terceirizar seu processo de folha de pagamento pode levar a economia de custos e tempo considerável, além de segurança de dados aprimorada, melhor conformidade de dados, e acesso a especialistas em relatórios.

Estes por menores fazem manter as razões imperiosas que explorar a opção de terceirizar a folha de pagamento é a melhor opção em muitos dos casos de empresas e organizações.

Se você é um dos milhões de brasileiros que estão fazendo a declaração do imposto de renda, certamente alguns irão receber um dinheiro extra que é o reembolso do imposto ou restituição do imposto.

Ninguém gosta de pagar esses impostos essa que é a verdade, no entanto, mesmo que você esteja se sentindo um pouco culpado de ter que “emprestar” seu dinheiro ao governo sem retorno, um pouco desses impostos podem retornar aos seus bolso.

Não são todos que tem direito à restituição, mas que tem, receber uma agradável surpresa na conta bancária uma vez ao ano que é o retorno do imposto! Embora seja tentador torrar essa renda extra sem preocupação, a dica é você considerar alguns passos inteligentes para melhorar suas finanças pessoais.

Abaixo esta a lista com as datas aproximadas de quando começa a ser depositada as restituicões em dinheiro do imposto de renda de pessoas físicas.

Lote Data
Remuneração Selic
Declarações transmitidas até
16/06/2017 Não divulgada *
17/07/2017 Não divulgada
15/08/2017 Não divulgada
15/09/2017 Não divulgada
16/10/2017 Não divulgada
16/11/2017 Não divulgada
15/12/2017 Não divulgada

Dependendo do seu estado financeiro e do tamanho da devolução, você só poderá concluir etapas importantes para equilibrar as dividas e empréstimos em andamento ou até mesmo pagar cartões de crédito estourados.

Valem mencionar que o passo mais importante para um futuro financeiro mais estável é não ter dividas maiores do que se pode pagar com a sua renda. Vamos então a 5 passos certeiros e no ritmo certo para seu caminho rumo a saída das dividas.

Passo 1: Ser disciplinado nas suas finanças

A disciplina pode mudar um vida, então a primeira coisa que você deve fazer é garantir que o dinheiro da sua restituição seja separado das seus rendas gerais para que ele não se misture de imediato e outros gastos.

Como fazer isto? Receba-o e Coloque-o em uma conta separada em seu banco que você usa pouco, ou, caso não tenha, considere abrir uma nova conta em algum banco qualquer e deposite esse reembolso do imposto para sua segurança. Isso garantirá que o dinheiro está lá para ser usado como você planejou, uma espécie de poupança.

Passo 2: Usar para pagar dívidas

Dê uma olhada em suas dívidas acumuladas. Analise qual é a sua maior dívida por total devido ou por cobrança de taxa de juros. Tome o tempo que precisar para fazer as contas necessárias para ver onde seu retorno terá o maior resultado sobre sua saúde financeira.

Normalmente se paga a dívida com a maior taxa de juros, mas se você levar em conta um saldo elevado no cartão de crédito mesmo que ele cobre juros mais baixos, pague-o ser for o melhor para o seu bolso.

Paso 3: Fazer um fundo de emergência

Opa! Aqui poucos de enquadram… mas se você não tem uma quantidade razoável de dívidas com empréstimo pessoal ou financiamentos, nesse caso você pode se dar ao luxo de definir onde e quando vai usar o seu dinheiro, inclusive criar um fundo especial de emergência.

Talvez possa até parecer que você não esteja fazendo uma grande diferença em sua saúde financeira da sua família, no entanto, você pode estar dando um passo crucial para conseguir no futuro um estilo de vida mais estável.

Ter reservas significa não ter que fazer escolhas difíceis financeiramente ou deixar de pagar um pagamento importante ou obrigatório, ou não ter que passar apurado por não ter grana quando surgir emergência ou imprevisto qualquer.

Passo 4: Investir seu dinheiro em aplicações

É bom poder investir dinheiro para economizar mais dinheiro na estrada. Este é frequentemente o caso de várias melhorias para casa melhoria. Isso poderia ser qualquer coisa de isolar seu sótão melhor para obter novas janelas ou uma nova unidade HVAC. Embora possa parecer um custo inicial elevado, você está adicionando valor à sua casa no caso de você querer vender mais tarde, e você está melhorando a eficiência de seus utilitários para economizar mais ao longo do tempo.

Passo 5: Comece a investir

No Brasil as pessoas não tem o costume de fazer investimentos ou rendas extras, e talvez realmente você nunca deva ter feito qualquer investimento fora do sistema bancário, mas, se o dinheiro esta sobrando, essa é a hora para comprar seu primeiro lote de ações ou algum tipo de fundo mútuo por exemplo.

Se você for cuidadoso sobre como fazer essa etapa adquirindo conhecimento ou encontrando um consultor financeiro, certamente você terá muitas opções que podem ser as melhores para você.

Nesse passo, procure entender se você esta confortável em aplicar em investimentos de alto, médio ou baixo risco. É conservador? Então coloque seu dinheiro na poupança mesmo e pronto, rende pouco mas é livre de imposto de renda (IRPF).

Desfrute da sua vida!

Todos nós precisamos aproveitar o máximo da vida vez ou outra. Por que digo isto, de repente fazer uma viagem que você tem sonhado e adiado a muito tempo seja a melhor oportunidade com o dinheiro sobressalente ou uma reforma nos móveis da casa – quem sabe?

Bom, qualquer uma dos cinco passos anteriores vão satisfazer você dependendo do seu momento.