Guia para sair da dívida em 60 segundos

Livre das dividas! Se imagina saindo da dívida, imaginou? Já pensou não ter mais longas noites sem sono – sem dormir – pensando nas suas contas atrasadas, faturas de cartão de crédito e cobradores matinais ligando sem parar, pois é!

Todos nós sabemos que a cadeia de dívida alimenta ansiedades, angustia e sofrimento, o pior é que quanto às dividas, não existe nenhuma chance de não haver ameaças das agências de cobrança, seja por carta, telefone ou pessoalmente com os oficiais de justiça.

Você pode sair da dívida e se livrar delas! Listamos tudo que você pode fazer, leia em um minuto. Apenas 60 segundos descubra como pode resolver suas questões de endividamento.

0:60 Gaste menos para ter menos dividas

Faça isso, torne um hábito tão fundamental como ter que parar quando as luzes vermelhas do farol de trânsito ascende. Perceba de uma vez por todas que, se você não pode pagar de gastar, você não pode parar de pagar.

0:50 Saiba distinguir entre dívida boa e dívida ruim

No Brasil, dívida boa são as com taxa de juro bem abaixo de 10%. No melhor dos casos, você comprou com recursos emprestados bens com valor agregado como em casos de empréstimos com garantia, empréstimos estudantis e outros que trazem algum valor à dívida.

Já os empréstimos para automóveis estão na fronteira entre o bem e o mal. Eles muitas vezes satisfazem o dono com taxas baixas, porém, os automóveis quase nunca possuem valor de investimento. Cartões de crédito, empréstimo com restrição e empréstimo com agiota são sem duvidas, dívida ruins

0:40 Escolha um cartão vencedor

Tem muitos cartões? Então escolha um ou dois, faça-os como principais cartões de crédito baseado na menor taxa de juros anual e anuidade. Use esses cartões apenas para emergências. Fique longe dos seus amigos de plástico, então, remova-os de sua carteira. Jogue-os dentro de uma gaveta qualquer se quiser sair da dívida, e só use quando for realmente preciso.

0:30 Se livrar de todas as contas de dívidas ruins

Peque todas, encontre um valor para pagamento mensal mínimo, em seguida, some para saber quanto você pode pagar por mês. Se prometa em pagar este mínimo durante os próximos meses seguintes.

Se você não puder fazer isso, você terá que fazer alguma coisa para aumentar sua renda ou diminuir suas despesas. É duro, nós sabemos, mas é inevitável.

0:20 Separe as conta de juros mais alta e: Negocie!

Em seguida, separe as dividas mais recentes de acordo com a taxa de juros mensal ou anual, pegue uma conta de qualquer com juros acima de 15% e mãos na massa. Disque o número gratuito do credor e peça para reduzir a taxa de juros – digamos que, para 11%.

Diga-lhes que você realmente gostaria de ficar com eles pela fidelidade de cliente (embeleze a conversa de acordo com suas habilidades de atuação), mas que você recebeu ofertas muito abaixas das taxas que paga hoje. Para qualquer empresa você é um cliente e um centro de lucro.

0:10 Seja prudente ao pagar dívidas

Para sair da dívida, seja responsável em pagá-las, mas não fique ambicioso por isso a ponto de arriscar ficar sem fazer os pagamentos mínimos de seu empréstimo habitação, automóvel ou qualquer outra conta de crédito garantido. Se não pagar, significa que você vai perder para o banco o seu bem.

0:00 Compare preços e taxas

Se você possui cartão de crédito ao consumidor com juros altos, procure no mercado por cartões equivalentes e que ofereçam mais vantagens e custo menor com juros e tarifas. Quanto aos serviços da casa, faça o mesmo para sair da dívida.